Análise de processos e dinâmicas territoriais

A área de concentração que estrutura este mestrado em estudos territoriais se fundamenta no pressuposto de que a leitura da dimensão espacial da sociedade pode ser objetivada pelo viés do território/territorialidade, ou seja, a análise dos processos e dinâmicas territoriais oferece uma contribuição fundamental para compreensão da sociedade e sua estrutura espaço-territorial. O território como expressão da ação política da sociedade sobre o espaço oferece perspectiva para os estudos das múltiplas manifestações territoriais em sua multiescalaridade e multidimensionalidade espacial, econômica, política, cultural, educacional e ambiental. Desse modo, busca-se analisar os processos e dinâmicas territoriais, entrelaçando a dinâmica urbano-regional e o planejamento, ordenamento e gestão.

Linhas de Pesquisa:

Planejamento, Ordenamento e Gestão Territorial e Ambiental: Esta linha propõe investigar o território numa perspectiva de planejamento, ordenamento e gestão, buscando refletir sobre as desigualdades espaciais. As abordagens das pesquisas devem estar interligadas com os processos históricos de formação, produção e ocupação do território, analisando as formas, processos e estruturas estabelecidas, propondo intervenções para o desenvolvimento e subsidiando alternativas de atenuação dos desequilíbrios sociais, ambientais e econômicos, materializados no território. No estudo do ordenamento e gestão territorial e ambiental, pretende-se reconhecer os componentes naturais e as transformações decorrentes do uso e apropriação do território, a partir dos conceitos de paisagem, natureza, ecossistema, geossistema e sistemas ambientais.

Corpo Docente: Ednice de Oliveira Fontes Baitz, Eduardo Manuel de Freitas Jorge, Gustavo Barreto Franco, Lirandina Gomes Sobrinho, Mara Rojane Barros de Matos, Raul Reis Amorim, Rozilda Vieira Oliveira e Sirius Oliveira Souza


Processos Territoriais e Dinâmica Urbano-Regional: Esta linha de pesquisa se sustenta no pressuposto de que os processos territoriais se inscrevem, atravessam e produzem efeitos na dinâmica urbana e regional. Desse modo, os estudos da espacialidade da sociedade em sua dimensão urbano-regional, centra-se conceitualmente no território/territorialidade. Propõe fornecer um arcabouço teórico e metodológico para articular a dinâmica urbana e regional, atravessada pela análise dos processos e dinâmicas territoriais. De modo mais específico, busca-se compreender a natureza e os conteúdos das mais variadas manifestações da territorialidade humana em diferentes escalas espaciais e temporais e como elas expressam relações espaço-poder. Concebendo os processos espaciais da contemporaneidade como amplos e complexos, contempla-se, na presente linha, a questão educacional sob ótica territorial, nas suas diferentes formas de expressão.

Corpo Docente: Agripino Souza Coelho Neto, Eduardo José F. Nunes, Gilmar Alves Trindade, Jânio Roque Barros de Castro, Jussara Fraga Portugal, Lysie dos Reis Oliveira, Natanael Reis Bomfim e Simone Santos de Oliveira.